09/02/08

‘Acho que sempre tenho de ir até ao horizonte’, disse-te ao ouvido. Pensaste sempre que seria mais uma daquelas stuações em que murmurava coisas quase ininteligíveis ou cujo sentido era impossível de encaixar no mundo dos outros. Levantou-se e foi colocar-se sob a porta da rua. Olhou ao fundo a linha do horizonte avermelhado, lugar comum do pôr-de-sol na planície. Subitamente, começou a correr em direcção à estrada, primeiro devagar, depois como no esforço final perto da meta. Correu até deixares de o ver. E continuou, soubeste-o depois. Esperaste uns minutos, voltaste para dentro, já ansioso. Em cima da mesa, num pequeno papel escrito a lápis, um “Fui até ao horizonte. Até já.”
Nunca mais o viste. Guardas o papel, gravado na lápide da tua memória, o carvão negro no papel branco rasgado de um caderno encontrado por ali.
Acho que tenho de ir até ao horizonte, eu também. Por lá nos encontraremos talvez.

12 comentários:

x disse...

e a mudança chegou :) e que bem que está! obrigada por as tuas palavras *

jguerra disse...

Foste até ao horizonte, voltaste mais maduro, mais vibrante!
Como gosto de te ler, sabes disso, apesar de pouco regular que estou.

Visita-me daqui a dias, deixo lá um mimo para ti.

Um abraço

un dress disse...

mudar

IR............................






:) beijO

filipelamas disse...

Excelente texto (como sempre) e muito agradável "layout"!
Abraço!

José disse...

É isso !
Viajar até à linha do horizonte e procurar o local onde nele tem início o arco-íris, isto é,
caminhar sem parar, fugindo à tentação de olhar para trás .
As cores estão além, não aquém.
Amadureceste? Sem dúvida !
Eu ao ler.te fiquei mais imaturo pelo imaginário do não concretizado não sei se ainda concretizável.
Abraço

Claudia Sousa Dias disse...

BEm-vindo, após a transformação causada pela dor...

Gostei do novo visual...


Mais leve...


CSD

Lana disse...

mudar é bom ... eu que o diag... por isso estou contigo nesta luta que travas contigo mesmo e que só tu sairas dela vencedor ... disso tb tenho a certeza!
o horizonte está tão próximo qt longe e a caminhada é longa mas valeu a pena...
1 sorriso mto luminoso e solidário
Lana

rui disse...

Olá Baudolino

Texto lindo!
Mais tarde ou mais cedo, todos nós temos que partir ao encontro do nosso horizonte.

Gostei das mudanças, mas o anterior estava lindo!

Deixo-te um grande abraço

Rhiannon disse...

Não tenho palavras para descrever o que li. Sinto...

Blas Torillo disse...

Hasta el horizonte, amigo mío.

A veces todo parece tan lejano...

Un abrazo

Roberto disse...

Grazie per la tua visita,è sempre un piacere conoscere nuovi amici.
Un caro saluto
Roberto

Roberto disse...

Buona Pasqua
Roberto