16/04/08

E que tal se caminhássemos em sentidos opostos, de costas voltadas, como nos duelos antigos mas sem as armas. Só a lua a iluminar a despedida, passos firmes e cadência certa. Andariamos tudo o que pudessemos. Um dia, dariamos connosco cara-a-cara, de novo, porque tudo é tão simples como o redondo da terra.
É estúpida, não é, esta ideia? Seria a aventura de testar leis, acasos, probabilidades. Fechemos os olhos e fiquemos assim, lado a lado, pele na pele, a sentir o tempo passar à velocidade da vida E será bom, muito melhor do que tentar parar a Primavera, ou Inverno, ou as rugas. Isso será valor seguro, como a lua por sobre todos nós, ou o sol. A aventura será tudo o resto.

12 comentários:

Rui disse...

Ou darem a volta ao mundo juntos. De olhos bem abertos. De pele bem na pele. De lua a seguir ao sol a seguir à lua. De mãos dadas. De olhos fechados à vez. De confiar na direcção do outro. Dar a volta ao mundo. Juntos.

JRL disse...

a ideia é apenas humana, não é estúpida... mas fechemos os olhos, fiquemos assim... sim. um abraço.

CNS disse...

E quantas voltas ao mundo se são assim? Só de olhos fechados... Sem correr atrás da passada do tempo?

abraço

lupussignatus disse...

e

terno

retorno

Graça Pires disse...

Também fico de olhos fechados para sentir o tempo passar à velocidade da vida.
Um abraço.

K disse...

E que bela aventura seria essa de desafiar todas as probalidades e leis.

* hemisfério norte disse...

obrigada pela visita e volte sempre, por ver aí em baixo o obituário visite hoje: http://miniminimos.blogspot.com/
um espaço para o qual fui convidada a escrever.
bjs daqui de Pt, também
:)
a.

Lyra disse...

Olá.

Obrigada pela simpática visita ao meu caos.

Adorei o teu blog e voltarei com toda a certeza!

Até breve.

;O)

Night Shadow disse...

vamos arriscar e viver a aventura, deixar a lua ou o sol banhar-nos, pele na pele, silêncio e olhares.

Amândio Sereno disse...

Quando li o post anterior, pensei que o blog ia acabar.

Ainda bem que foi falso alarme, uma vez que me vou tornar leitor assíduo.

Bela ideia.

JG disse...

E o que seria de nós se não tivessemos escritores para iluminar a nossa vida?
Grato por este blog e pela viciante escrita.
Vais para a minha lista branca.
Para voltar para te ler.

Um abraço e obrigado pela visita

mafalda disse...

"Fechemos os olhos e fiquemos assim, lado a lado, pele na pele, a sentir o tempo passar à velocidade da vida."
Frase lindíssima. Parte de um texto, todo ele, SUPERIOR.
Obrigada, amigo.